CEO da Forest Watch participa de palestra sobre arborização urbana para cidades inteligentes 416

Arborizacao-urbana-Brasil

Tecnologia verde para auxiliar com precisão, transparência e segurança na gestão e prevenção de riscos de coberturas arbóreas nos centros urbanos. Esse foi o tema abordado pelo CEO da Forest Watch, Rodolfo Ramos, durante palestra ministrada no evento intitulado “Arborização urbana para cidades inteligentes”.

Realizado na noite de ontem (24/04), o encontro promovido pela Associação dos Engenheiros e Agrônomos de Hortolândia, com apoio do CREA-SP, foi assistido por inscritos de todo o Brasil, nos formatos online e presencial.

Após o engenheiro agrônomo Habib Jorge Goraieb abordar vulnerabilidades decorrentes do plantio inadequado de espécies que abalam a estabilidade das árvores em áreas urbanas, foi a vez da secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Hortolândia, Eliane Nunes Oliveira, relatar as ações realizadas na última década que posicionaram a cidade entre 168 municípios de 21 países com mais políticas públicas no que se refere à arborização e desenvolvimento com sustentabilidade.

Entre as conquistas decorrentes do forte trabalho ambiental desenvolvido no município localizado na Região Metropolitana de Campinas, Eliane contou que Hortolândia estará presente no Fórum Mundial sobre Florestas Urbanas e no Fórum das Cidades, que será realizado em Washington D.C., capital dos EUA.

O evento, que acontece entre os dias 16 e 20 de outubro deste ano e conta com a participação de cidades que cumprem os requisitos estabelecidos pelo programa Tree Cities of The World, tem como organizadora a Arbor Day Foundation, que conta com mais de um milhão de membros e já plantou cerca de 350 milhões de árvores em todo o mundo.

Rastreabilidade e monitoramento de florestas urbanas

Para minimizar acidentes provocados pela queda de árvores e salvaguardar interesses próprios e coletivos, governos (distritais, municipais, estaduais e federal) precisam investir em ações robustas que visam mitigar riscos no tocante às florestas urbanas.

Medidas de prevenção e vigilância na gestão de indivíduos arbóreos devem ser adotadas com urgência, assim como a utilização de recursos tecnológicos como a Forest Watch.

“Em razão das mudanças nos padrões do clima que cada dia mais resultam em desastres de grande proporção, entre eles acidentes fatais provocados pela queda de árvores, sistemas efetivos de monitoramento e rastreabilidade de florestas urbanas devem ser adotados para a realização eficaz de inventários arbóreos e planos de mapeamento e manejo precisos”, ressalta Ramos.

Tecnologia brasileira que permite uma experiência 3D única e imersiva em florestas, a Forest Watch é a solução ideal para monitorar e dar rastreabilidade a florestas plantadas e nativas, com total praticidade, transparência, segurança, credibilidade e menor custo operacional. 

Mais que facilitar a fiscalização de áreas verdes e contribuir com o bom desenvolvimento do patrimônio arbóreo das cidades, com a ajuda de QR Codes e imagens de satélite a ferramenta viabiliza o gerenciamento de dados qualiquantitativos das árvores e de atividades realizadas em campo, propicia controle preventivo altamente eficaz e dá escalabilidade a projetos de arborização urbana, manejo e conservação, entre inúmeros outros benefícios. 

Saiba mais sobre a Forest Watch pelo site https://www.forest.watch/ e agende uma demonstração agora!

Deixe uma resposta

Send this to a friend