Dia da Amazônia, a floresta com a maior biodiversidade do planeta 324

Amazonia-maior-floresta-tropical-do-mundo

Hoje, 05/09, é dia de celebrar a Amazônia, maior floresta tropical do planeta e indiscutivelmente um dos mais valiosos patrimônios naturais da humanidade. 

Com sete milhões de quilômetros quadrados – sendo cinco milhões e meio de florestas – distribuídos por nove países (Brasil, Peru, Colômbia, Venezuela, Equador, Bolívia, Guiana, Guiana Francesa e Suriname), a Floresta Amazônica é gigante em todos os sentidos: 

Mas não só a riquíssima biodiversidade e abundância de recursos hídricos fazem da Amazônia a floresta mais famosa da história. A importância ambiental desta área verde chega a ser incalculável, tamanha sua magnitude.

Serviços ecológicos vitais

Além de servir de habitat para inúmeras espécies animais, vegetais e arbóreas, o bioma amazônico exerce papel imprescindível ao servir de fonte de matérias-primas alimentares, florestais, medicinais e minerais. Não só para o Brasil, que detém 69% de toda a área amazônica que, por sua vez, é casa para 12,3% da população brasileira. Mas para o mundo inteiro!

Sem falar na realização e manutenção de inúmeros outros serviços ecológicos, a exemplo da evaporação e transpiração da vegetação. Processos que, somados, lançam diariamente na atmosfera uma quantidade de vapor de água suficiente para garantir chuvas para boa parte da América do Sul. E, mais do que isso, para fundamentalmente contribuir para o equilíbrio climático em todo o globo.

Em outras palavras, a Amazônia é ponto central no combate às mudanças climáticas e ao aquecimento global.

Ameaças e desafios

Ainda que internacionalmente reconhecida e aclamada, a Amazônia sofre constantes ameaças principalmente por parte da sociedade brasileira, que insiste em reconhecer seu devido valor. Extração ilegal de madeira e minério, obras de infraestrutura infundadas e degradação da floresta para que seja convertida em áreas para pasto e agricultura são algumas das inúmeras atividades predatórias a elas impostas. Dia após dia, incessantemente.

O que poucos se deram conta, porém, é que apesar da grandiosidade da Amazônia, os recursos naturais por ela oferecidos não são finitos. São fontes esgotáveis que precisam ser utilizadas com respeito e conforme sua vocação original, para que perdurem.

Outro grande desafio a ser vencido por esse verdadeiro tesouro da humanidade, por mais absurdo que pareça, é “ficar em pé”, já que as as florestas da Amazônia funcionam como grandes armazéns de carbono: seus tecidos vegetais estocam entre 80 e 120 bilhões de toneladas de CO2.

Isso significa dizer que quando partes da Floresta Amazônica são derrubadas e/ou queimadas, uma enorme quantia de carbono é liberado na atmosfera. O que contribui ativamente para o aumento da temperatura global devido ao efeito estufa – 0,7ºC no último século, afetando, portanto, a capacidade que esse imenso oceano verde tem de nos proteger.

Compromisso com a vida

Não dá mais para esperar, é preciso haver uma consciência coletiva sobre a necessidade do uso sustentável da maior reserva natural da Terra. É preciso que todos exerçam seu papel de vigia e passem a cobrar ações preventivas e cuidados efetivos com o bioma.

E a data de hoje, instituída para coincidir com a criação da Província do Amazonas por Dom Pedro II, por meio da determinação da Lei 11.621 de 1850, tem justamente a pretensão de alertar as pessoas do que era para ser um tanto óbvio. Que para perpetuar a vida humana é necessário preservar, com afinco, o local popularmente chamado de “pulmão do mundo”: a Amazônia.

Afinal, proteger o bioma amazônico é vital para que ela continue a salvaguardar o futuro das gerações presentes e futuras!

Deixe uma resposta

Send this to a friend